5 audiencia

No dia 22, foi realizada uma audiência pública na Câmara de Caçapava  para discussão do Projeto de Lei n° 68/2015, o orçamento do Município para 2016, de autoria do prefeito Henrique Rinco (PSDB).

A audiência pública foi conduzida pelo presidente do Legislativo, vereador Milton Gandra (PTN) e contou com a presença dos vereadores Celso (PSDB), Lucio da Pastelaria (PSDB), Marcello Prado (REDE), Miltinho (PTN), Neguinho da ABC (PSC), Paulo Lanfredi (PRB), Reginaldo Sena (PROS), Ricardinho (PRB) e Reinalma Montalvão (PSD). O secretário de Finanças, João Batista de Alvarenga apresentou o orçamento.

A estimativa de receita e despesas do Município para 2016 é R$ 232.880.855.78. O secretário de Finanças demonstrou preocupação com a diminuição de arrecadação do ICMS proveniente das indústrias. “O ICMS é a principal fonte de arrecadação do Município, será um ano difícil”, disse.

O Orçamento do Município não tem data marcada para votação.

Leia mais >

Na sessão ordinária, 20, os vereadores de Caçapava aprovaram por unanimidade o projeto de lei nº 63/2015, instituindo e incluindo no Calendário Oficial do Município de Caçapava o “Dia Municipal do Ex-Combatente da Força Expedicionária Brasileira”, 2 de maio. O projeto é de autoria do vereador Lúcio Mauro (PSDB).

De acordo com a proposta do vereador, o poder público municipal poderá desenvolver atividades culturais e comemorativas, além de autorizar o Executivo a construir um monumento em homenagem aos ex-combatentes de Caçapava. Quanto ao Poder Legislativo, está previsto a realização de uma sessão especial.

Para ser tornar lei, o projeto depende da sanção e promulgação pelo prefeito municipal.

Leia mais >

Nesta quinta-feira, 22, às 15 horas, a Câmara Municipal de Caçapava vai realizar uma audiência pública para discussão do Projeto de Lei n° 68/2015, o orçamento do Município para 2016, de autoria do prefeito Henrique Rinco (PSDB).

Clique aqui e veja o edital completo:

Leia mais >

Na sexta-feira, 23, às 19 horas, a Câmara Municipal de Caçapava vai realizar uma sessão especial para entrega do Título de Cidadão Caçapavense ao empresário Sarabjeet Singh  Bedi, mais conhecido como  Bunny. O projeto de decreto legislativo que concede a homenagem é de autoria do vereador Arnaldo Neto (PSC) e foi aprovado por unanimidade.

Bunny, nascido na Índia, naturalizou-se brasileiro em 2007. Reside em Caçapava desde 1994, onde casou com uma caçapavense e nasceu sua filha. Além de trabalhar com importação e exportação, Bunny está expandindo seus negócios no setor imobiliário.

Segundo o vereador Arnaldo Neto, Bunny gera muitos empregos na cidade, destaca-se por ajudar várias entidades como a Creche Santo Antonio e munícipes que lhe pedem ajuda.

A sessão especial é aberta ao público e será transmitida ao vivo pelo link TV Câmara em nosso site.

 

Leia mais >

Manifesto

Nesta terça-feira, 6, o presidente da Câmara de Caçapava, vereador Miltinho (PTN) apresentou uma moção de repúdio pela redução dos recursos do sistema S (SENAI, SESI, SENAR, SENAC, SESC, SESCOOP, SEST, SNAT, SEBRAE). A moção foi assinada por todos vereadores Arnaldo Neto (PSC), Celso (PSDB), Lucio da Pastelaria (PSDB), Marcello Prado (REDE), Neguinho da ABC (PSC), Paulo Lanfredi (PRB), Reginaldo Sena (PROS), Reinalma Montalvão (PSD) e Ricardinho (PRB).

A moção será encaminhada à presidência da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

O documento apresentado manifesta o repúdio em razão do fechamento de 1,8 milhão de vagas em cursos profissionais oferecidas por ano pelo SENAI, além do fechamento de 300 escolas do SENAI em todo o Brasil, fechamento de cerca de 450 escolas do SESI, devendo deixar de atender milhares de estudantes, além da alta de taxa de desemprego que será gerada.

A sessão contou com a participação de alunos, professores e coordenadores do SESI...

Leia mais >

1 outubro rosa

A Câmara Municipal está decorada com laços cor de rosa para celebrar o “Outubro Rosa”, como ficou conhecido mundialmente o mês de combate ao câncer de mama.
A lei municipal foi instituída pelo prefeito Henrique Rinco (PSDB) com o intuito de realizar ações preventivas. De acordo com o texto da lei, “durante o mês serão desenvolvidas campanhas de esclarecimento, ações preventivas e educativas priorizando a prevenção ao câncer de mama e o de colo de útero; prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e prevenção de afecções ginecológicas comuns”.
Hospitais e unidades básicas de saúde também devem exibir durante o mês decoração e/ou iluminação cor-de-rosa para celebrar o combate ao câncer.

Leia mais >