.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 14h às 17h

Idioma

Português

English

Español

Francese

Deutsch

Italiano

Educação - Quarta-feira, 15 de Junho de 2022

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Cores do arco-íris iluminam a Câmara em homenagem ao mês do orgulho LGBTQIA+

Cores do arco-íris iluminam a Câmara em homenagem ao mês do orgulho LGBTQIA+


Cores do arco-íris iluminam a Câmara em homenagem ao mês do orgulho LGBTQIA+

As cores do arco-íris estão iluminando, durante o mês de junho, o prédio da Câmara Municipal, em alusão ao mês do orgulho LGBTQIA+. O objetivo é conscientizar e reforçar a importância do respeito e da promoção de equidade social e profissional de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer, intersexuais, assexuais, etc. 

 

Porque junho é o mês do orgulho LGBTQIA+?
 

Diversas passeatas acontecem no mês de junho. Isso acontece porque essas datas remetem à história do movimento LGBTQIA+, já que, em 1969, houve a chamada revolta de Stonewall em Nova Iorque, que foi desencadeada quando um grupo de homens homossexuais decidiram enfrentar a violência policial, da qual eles eram vítimas. Na madrugada do dia 28 de junho de 1969 um grupo de homens homossexuais resolveram enfrentar a ação policial em um bar que era ponto de encontro de pessoas LGBT+.  Como protesto, eles ficaram confinados dentro do bar. Nesse período, o grupo recebeu apoio de uma multidão de gays e lésbicas que ficaram do lado de fora. A polícia, então, chegou em massa para reprimir a multidão, o que resultou em uma série de protestos e confusão.

As revoltas duraram 5 dias até que foram totalmente contidas. Ainda assim, a luta dos LGBTI+ por direitos ganhou apoio e visibilidade, de modo que até o final de 1969 muitas cidades americanas passaram a ter organizações pelos direitos dos homossexuais. E, no de 1970, após 1 ano das revoltas, aconteceram as primeiras passeatas do orgulho gay nos Estados Unidos.

Criminalização da homofobia no Brasil

Em 2019, a LGBTfobia tornou-se crime no Brasil. Por meio de uma votação, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por um placar de 8 votos a 3, que a discriminação contra homossexuais e transexuais é um crime com pena prevista de 1 a 3 anos de prisão, além de multa.

765 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Câmara Municipal de Caçapava - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.